Treinamento em Lean: o que não pode faltar para você entregar resultados?

capa-3

Você certamente já deve ter participado de treinamentos que não deram o resultado esperado.

Quando pensamos em treinamento em Lean, já devemos considerar que um resultado claro e contundente deve ser entregue, com impacto em indicadores chave da empresa, gerando também uma mudança no comportamento das pessoas em suas atividades diárias.

Com base nos treinamentos que aplicamos nas empresas, selecionamos 11 recomendações valiosas para que você consiga entregar resultados de valor quando coloca uma equipe para aprender ou reforçar conceitos Lean.

Dividimos as práticas que utilizamos em nossos treinamentos em três seções: o que fazer ANTES, DURANTE e DEPOIS do treinamento.

SEÇÃO 1: O que você deve fazer ANTES do treinamento?

1. Tenha clareza sobre os problemas que podem ser resolvidos pelo treinamento.

Se a necessidade do treinamento não estiver bem definida, esse é um sinal que a mensagem transmitida também não ficará nítida aos participantes. E é claro, o impacto nos resultados também será limitado.

2. Defina as pessoas já pensando nos indicadores que devem ser impactados pelo treinamento.

3. Levante informações e indicadores da empresa.

Essa é uma oportunidade para nivelar o conhecimento das pessoas sobre as metas da organização e adicionar um senso poderoso de propósito nessa atividade em grupo (“Porque estamos fazendo isso?”). Assim, compartilhe informações relevantes que sirvam de pano de fundo para as discussões durante o treinamento.

4. Agende a participação especial da Direção em dois momentos do treinamento.

Na ABERTURA do treinamento, para lançar os desafios e destacar a importância da iniciativa; e também no ENCERRAMENTO, para que as pessoas apresentem um plano de ação (que certamente será desenvolvido com muita atenção para este momento).

SEÇÃO 2: O que não deve faltar DURANTE o treinamento?

5. Participação direta das pessoas!

Recomendamos que você comece o treinamento com uma pergunta que faça as pessoas compartilharem em grupo os problemas que afligem o seu processo. Pense em uma pergunta na qual a resposta forneça as necessidades diretas que as pessoas desejam resolver através do treinamento. Destacar essas necessidades fornece um pano de fundo prático para que as pessoas visualizem a aplicação da teoria em seu processo.

6. Exercícios práticos para que as pessoas possam experimentar o conhecimento recém adquirido.

Não existe nenhuma garantia que os participantes farão uma relação direta entre a teoria apresentada e a realidade da empresa (alguém sempre afirma que “Na nossa empresa é diferente!”). Por isso, nos treinamentos realizados pela Kimia, utilizamos de dinâmicas e jogos de empresas para que as pessoas façam implementações de novos conceitos e ferramentas e vejam o impacto no processo e nos resultados operacionais e financeiros. É uma excelente maneira de quebrar paradigmas (atender o cliente melhor X menor estoque; redução do lote x entrega no prazo; trabalho padrão x melhor qualidade)! Veja o vídeo abaixo.

7. Uma agenda que dê tempo para as pessoas construírem um novo entendimento.

Dê tempo para as pessoas contribuírem com ideias e sugestões, mas sobretudo, forneça um momentos para que elas tenham dúvidas. Esse é um sinal valioso de que o conteúdo está fazendo sentido para elas. Clique aqui e conheça uma agenda que utilizamos para treinar as pessoas em uma das ferramentas consagradas do Lean, o Mapeamento de Fluxo de Valor.

8. Uso de diferentes abordagens para comunicar e ilustrar a mudança que se deseja.

Utilize vídeos e fotos para ilustrar boas práticas e ferramentas do Lean. Muitas delas possuem conceitos simples (5S, kanban, andon, abastecimento de materiais em rotas, redução do tempo de setup etc), mas isso não significa que as pessoas consigam visualizar a sua aplicação facilmente. Aposte em uma boa didática!

9. Selecione um caso real para as pessoas aplicarem o seu conhecimento.

Construa um plano de ação para melhorar a sua condição, e que será apresentado para a Direção ao final do treinamento.

Veja o vídeo abaixo que ilustra as recomendações acima!

SEÇÃO 3: Como assegurar os resultados DEPOIS do treinamento?

10. Compartilhe para gerar um comprometimento duradouro.

Já deixe combinado com os participantes, e também divulgado na empresa, que o plano de ação desenvolvido durante o treinamento será apresentado. A contribuição dessa ação é enorme por três razões:

  • As pessoas terão maior foco e empenho em entregar um plano que mereça ser apresentado;
  • Aqueles que podem ser impactados pelas ações, mas que não participaram do treinamento, serão informados e convocados a contribuir para o resultado;
  • Um boa apresentação e reconhecimento dos participantes irão gerar um interesse na participação de outras pessoas em treinamentos futuros.

11. Coloque o plano de ação em movimento, JÁ!

Utilize de um Kaizen (clique aqui para saber mais) logo após o treinamento para que as ações não fiquem somente no plano das intenções: essa atividade irá gerar um efeito muito claro de que os treinamentos são realizados para entregar resultados concretos, e que os frutos podem e devem ser colhidos no curto prazo.

 

Fábio Alves

Sócio-Diretor da Kimia. Consultor em Lean com projetos implantados no Brasil, Suécia, Suíça, México e Espanha. Engenheiro de Produção, CPIM.

Deixe uma resposta