Entenda como os indicadores de desempenho auxiliam na empresa

No contexto competitivo dos negócios, é preciso gerenciar corretamente as operações, visando identificar oportunidades de melhoria com frequência. Isso só é possível quando a empresa investe num modelo de gestão baseado em indicadores de desempenho.

Essas métricas são fundamentais para monitorar as diversas atividades que compõem o dia a dia de um negócio. Elas permitem a criação de comparativos e, a partir daí, facilitam a definição de metas e padrões desejados.

Nesse artigo, você conhecerá a relevância dos indicadores de desempenho, além de conferir alguns exemplos que figuram entre os principais a serem implantados em uma corporação. Continue a leitura!

 

O que são indicadores de desempenho?

Os indicadores de desempenho, também chamados de KPIs (sigla em inglês para Key Perfomance Indicators) formam um dos componentes mais importantes de todo o conjunto de informações que um gestor precisa para monitorar os processos sob sua responsabilidade e facilitar a tomada de decisão.

Um KPI é uma medida quantificável, que serve para determinar se as metas operacionais e estratégicas estão sendo atingidas. Há naturezas distintas de KPIs, dependendo do tipo do setor de atuação e das operações em questão, mas existem três características recorrentes:

  • são quantitativos: precisam de expressão numérica;
  • são práticos: devem estar integrados aos processos existentes na empresa e não apenas “existir no papel”;
  • são acionáveis: variam mediante atuação em qualquer dos parâmetros que os compõem.

Eles ajudam a explicar a situação atual de um negócio, bem como suas variações ao longo do tempo, permitindo verificar se os processos estão sob controle ou mesmo se são mais ou menos eficientes do que concorrentes ou empresas de outros setores (caso haja disponibilidade de dados). Não só podem como devem ser utilizados em todas as áreas corporativas, mensurando o  resultado final da empresa ou mesmo atividades em etapas intermediárias do processo.

Os KPIs fazem a organização entender se está atingindo seus objetivos. Caso não esteja, dão o suporte para identificar os problemas que exigem correção. Em última análise, o objetivo de um indicador sempre é contribuir para a melhora do negócio como um todo.

Quais as principais vantagens da gestão baseada em indicadores?

Para ser eficaz, a gestão por meio de indicadores de desempenho deve ser baseada em dados confiáveis, fornecendo um contexto capaz de reproduzir os objetivos gerais do negócio.

Os KPIs demandam fácil compreensão pelas equipes, que precisam ter recursos para atuar de maneira corretiva quando necessário. Além disso, é interessante criar uma rotina de levantamento de informações e monitoramento, para acrescentar objetividade ao acompanhamento.

Quando esses pontos são levados em consideração, os indicadores de desempenho mostram de modo claro se os processos estão andando conforme esperado, influenciando diretamente no avanço ou no retrocesso do negócio. Sua utilização impacta a tomada de decisões, sistematizando as escolhas.

O emprego de KPIs ainda torna possível a realização de comparações com seu próprio desempenho anterior ou mesmo com o de concorrentes. Isso é fundamental para entender se os esforços da empresa e seus investimentos deram resultado e para corrigir eventuais desvios.

A utilização dos KPIs na gestão também pode aumentar o nível de engajamento dos colaboradores. Eles passam a ver os processos de maneira mais transparente, algo que ajuda na redução de desperdícios e na busca contínua pela otimização dos recursos. Um KPI serve como o “placar do jogo”.

Que indicadores devem ser acompanhados?

Há indicadores de desempenho de todo o tipo. Você pode, inclusive, criar KPIs específicos para algumas atividades do negócio. Existem os mais gerais, normalmente de viés financeiro e que são, mesmo que de forma intuitiva, de conhecimento amplo, como faturamento, margem de lucro, número de vendas no mês etc.

Elaboramos um levantamento com quatro indicadores capazes de fazer bastante diferença em suas operações. Veja.

Índice Geral de Eficiência dos Equipamentos

O OEE (sigla em inglês para Overall Equipment Effectiveness) é o principal indicador que as indústrias utilizam para mensurar sua eficiência global. Trata-se de um método comum em programas de melhoria contínua, como o TPM, dando ao gestor uma real noção a respeito de diversos aspectos das linhas de produção.

A realização do cálculo do OEE acontece multiplicando o percentual de disponibilidade dos equipamentos pelo percentual de desempenho no que diz respeito à velocidade de produção (produtividade padrão) e depois pelo percentual de produtos produzidos sem falhas. Ele mensura todos os problemas que podem gerar perdas de produtividade.

É um indicador completo, que fornece visão ampla com relação às operações de seu negócio. Acredita-se que as melhores empresas do mundo apresentam um OEE acima de 85%, enquanto que boa parte das empresas industriais tenham dificuldade para operar acima dos 60%.

Absenteísmo

O Absenteísmo é um dos indicadores de recursos humanos mais importantes. Ele mensura o índice de faltas e atrasos dos colaboradores em certo período. Para calculá-lo, basta somar as horas perdidas por todos os funcionários e dividir pelo total de horas em que eles deveriam estar disponíveis.

Esse KPI é vital, pois pode ser um caminho para identificar eventuais insatisfações de seus empregados com a empresa ou mesmo para verificar queda no bem-estar ou na qualidade de vida.

Custo de Aquisição do Cliente

O CAC, ou Custo de Aquisição do Cliente, consiste em um indicador que sinaliza quanto a sua empresa gasta, em média, para conquistar um novo cliente. Esse KPI é imprescindível para que você avalie a efetividade das ações de marketing e esforços comerciais.

Quando menor o CAC, melhor. É preciso investir em iniciativas de alto impacto e que gerem clientes na quantidade que você deseja. Muitas empresas gastam muito dinheiro em campanhas de marketing e pagam bônus altíssimos para suas equipes comerciais, deixando de avaliar o retorno.

Índice de Pontualidade de Entrega

Esse indicador pode ser calculado a partir do levantamento da quantidade de entregas que foram feitas aos compradores dentro do prazo estabelecido. Quanto mais o indicador se aproximar de 100%, maior será a capacidade de sua empresa em cumprir o acordo e prazos.

Isso tem um impacto direto na percepção de eficiência e organização de sua empresa por parte do cliente, fazendo com que ele fique satisfeito e não apenas volte a comprar seus produtos, mas também indique a marca para seus contatos.

Adicionalmente, caso o seu índice esteja abaixo da meta projetada, você pode também mensurar o tempo médio de atraso, a fim de ajudar na investigação das causas e na resolução definitiva do problema.

A utilização correta de indicadores de desempenho faz a diferença em qualquer negócio. Por meio desse monitoramento é possível tomar melhores decisões, agir para corrigir contratempos e identificar oportunidades.

O gestor que não administra com base em KPIs provavelmente faz escolhas ruins, baseadas apenas em achismos. A gerência profissional deve ser embasada em fatos e dados, e os indicadores figuram como excelente fonte de informação.

Gostou do conteúdo? Aproveite que está por aqui e assine nossa newsletter para ser notificado quando novos conteúdos estiverem disponíveis!

Powered by Rock Convert

Fábio Alves

Sócio-Diretor da Kimia. Consultor em Lean com projetos implantados no Brasil, Suécia, Suíça, México e Espanha. Engenheiro de Produção, CPIM.

Deixe uma resposta