Avaliar o desempenho da equipe com indicadores é possível?

Avaliar o desempenho da equipe de forma objetiva e mensurável pode parecer um obstáculo. Porém, deve ser encarado de forma cuidadosa, já que permite entender situações onde são necessários ajustes e também para direcionar melhorias que aumentem o desempenho da equipe.

Para isso, é necessário compreender quais indicadores de desempenho fazem sentido para a realidade da empresa. Explicamos, agora, qual a importância de acompanhar os resultados de sua equipe através de indicadores de desempenho e apontamos alguns dos indicadores mais eficientes para você adotar. Confira agora em nosso artigo!

avaliar o desempenho da equipe

Importância de avaliar o desempenho da equipe

Para os gestores, compreender o desempenho das equipes de forma mensurável e clara é fundamental para a tomada de decisões. Além de influenciar diretamente as ações de contratação, avaliação de resultados e até mesmo mensuração de custos, o desempenho permite compreender qual o potencial da empresa e de cada colaborador, visando compreender também como otimizar processos e tarefas.

Indicadores de desempenho que você deve acompanhar

Agora que falamos sobre a importância dessa avaliação, explicaremos 3 indicadores de desempenho interessantes para adotar em sua empresa e avaliar sua equipe. Confira abaixo!

1. Ticket Médio

Um dos fatores mais interessantes para a avaliação de desempenho, especialmente em equipes de vendas, é o ticket médio por colaborador, que permite compreender qual o resultado financeiro médio gerado dentro de determinado período de tempo. Com isso, é possível realizar uma análise de custos da operação de cada colaborador e setor, além de definir estratégias para aumentar os resultados individuais e de equipe.

Caso não estejamos falando de uma área de vendas, mas de processos de produção, o faturamento médio por colaborador acaba sendo uma medida também da produtividade, de forma a evidenciar também o uso de mão de obra em excesso pela operação.

2. Retrabalho

Outro fator interessante e que deve ser levado em consideração é o índice de retrabalho existente na execução de tarefas da equipe. Isso significa compreender qual a porcentagem de tarefas que precisam ser reexecutadas ou retrabalhadas e também qual o impacto de tempo e de resultados que esse retrabalho apresenta dentro da estratégia da empresa.

Se a equipe como um todo apresenta um elevado índice de retrabalho, isso indica que o processo existente é ruim e apresenta vulnerabilidades. Mas se o índice varia muito de colaborador para colaborador, esse é um indicativo de que alguns membros da equipe precisam de direcionamento e treinamento, uma vez que não estão tendo desempenho satisfatório.

3. Turnover

Compreender os índices de turnover ou de rotatividade de sua equipe também é importante para compreender o desempenho de seus colaboradores, já que os índices de desempenho e de resultado tendem a cair com a saída de membros da equipe ou durante o treinamento de novos colaboradores.

Novamente, se um índice de rotatividade de um setor estiver descolado do índice das demais áreas da empresa, esse pode ser um indicativo de oportunidades a serem exploradas.

Vantagens de acompanhar os indicadores em sua empresa

Como é possível perceber, avaliar o desempenho da equipe utilizando indicadores permite ao gestor entender fatores importantes do dia a dia da empresa e compreender como está a operação como um todo. Além disso, vale destacar também que medir o desempenho permite um acompanhamento mais próximo e eficiente, facilitando a tomada de decisão.

Também é interessante ter em mente que a adoção de estratégias de aumento de desempenho de equipes depende da compreensão dessas métricas, para que sejam adotadas ações que trarão os resultados esperados.

O que você achou de entender melhor sobre os indicadores de desempenho da equipe e como eles são importantes para a tomada de decisão? Então, vale a pena também conhecer 5 ótimas maneiras de motivar a equipe e torná-la mais eficiente!

Fábio Alves

Sócio-Diretor da Kimia. Consultor em Lean com projetos implantados no Brasil, Suécia, Suíça, México e Espanha. Engenheiro de Produção, CPIM.

Deixe uma resposta