Como é possível desenvolver sua equipe com a autonomia no trabalho?

Uma dúvida comum encontrada por gestores de todos os ramos é saber até onde devem conceder autonomia no trabalho a seus colaboradores. Muitos sentem dificuldades para encontrar o equilíbrio entre não limitar o potencial de quem atua em sua empresa e não ser permissivo demais, de modo que cada um faça o que bem entender.

Entretanto, é importante pensar que a autonomia é benéfica tanto para a empresa quanto para o colaborador. A falta dela é a razão pela qual tantos profissionais se sintam desmotivados: empresas acabam perdendo grandes talentos ou não aproveitando o potencial que já têm em mãos.

Se você deseja desenvolver essa questão em sua empresa, mas não sabe por onde começar, fique atento às nossas dicas:

Seja transparente e inspire confiança

Um bom líder é aquele que se comunica de forma direta, transparente e coerente com seus colaboradores. Dessa forma, eles confiarão em você e se sentirão aptos a ter mais autonomia, já que as orientações e ações são bem alicerçadas e embasadas.

A clareza de propósito faz com que as pessoas se sintam mais seguras para assumir novas responsabilidades e não pensem que vão ser descartadas ou humilhadas, caso um erro ocorra.

Crie metas e indicadores claros

A questão, nesse ponto, é o alinhamento e a previsibilidade entre líder e liderado. É a partir dessas metas que será definida a situação-alvo, que é onde se deseja chegar. Quando os colaboradores não entendem bem em que sentido deve ser a sua caminhada na empresa, podem se sentir um pouco perdidos, e isso impede que a autonomia ocorra.

Essa clareza de metas também estimula a comunicação e o acompanhamento constantes para que a autonomia seja utilizada com confiança e eficácia. Afinal, como dissemos, ela não significa que cada um pode fazer o que quiser: é necessário dosá-la com bom senso e inteligência.

Deixe que os próprios colaboradores conquistem a autonomia

Como diria a velha máxima: “o que não se luta para conquistar não tem o mesmo sabor de vitória”. Os colaboradores devem sentir que a autonomia que recebem foi conquistada pelo seu próprio mérito. Entretanto, você deve oferecer o palco onde essa conquista vai acontecer.

Iniciativas de melhoria de processos que são tomadas de forma estruturada são muito boas nesse sentido, pois oferecem um ambiente onde as pessoas, ao investigar criticamente um problema, ganham a confiança necessária para resolvê-lo. Sendo assim, a vinda de um resultado positivo proporciona um combustível poderoso para que a independência seja vista como algo importante para o desenvolvimento individual e da empresa.

A autonomia no trabalho deriva de uma conquista diária que ocorre entre empregador e empregado. Mas, muitas vezes, não é possível chegar a ela, efetivamente, sem ajuda profissional. É por isso que a contratação de uma consultoria especializada na melhoria de processos costuma ser muito eficiente. Contar com pessoas que entendem do tema ajuda a fornecer uma visão mais ampla e dinâmica do cenário da empresa.

Gostou do post? Quer ler outros similares? Então, assine a nossa newsletter e mantenha-se sempre atualizado.

Guilherme Sandrini

Deixe uma resposta